Fontes de ferro

slide
  • Porções : 8 Porções
  • Tempo de confeção : 45 min.
Ver Vídeo
Misericórdia: S. Bento da Arnóia
Família: Costa

Arroz de Cabidela

Ingredientes

  • 1 frango caseiro
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 2 cebolas, picadas
  • 3 dentes de alho, picados
  • 1 ramo de salsa, picada
  • alecrim q.b.
  • 2 folhas de louro
  • 400 g arroz
  • sangue com vinagre
  • Opcional: 0,5g (cerca de um quarto de colher de café) de sal

Informação nutricional
(por porção):

Energia
332 kcal
(17 % DR*)
Proteína
29,8 g
(60 % DR)
Hidratos de carbono
42,8 g
(17 % DR)
Lípidos
4,0 g
(6 % DR)
Lípidos dos quais saturados
0,8 g
(4 % DR)
Sódio
138 mg
(7 % DR)
Fonte de niacina, fósforo, vitamina B6, potássio, vitamina B12, folato e zinco.
*DR – Dose de Referência     [+]

Modo de preparação

  • Retire a pele e as gorduras visíveis ao frango, coza-o e reserve a água de cozedura.

  • Refogue a cebola e o alho picados juntamente com azeite e um pouco de água de cozer o frango. Acrescente o frango, o louro, a salsa e o alecrim a gosto e deixe estufar para adquirir o gosto dos ingredientes. Após o frango estar tenro, retire-o, acrescente a água de cozer o frango e leve à fervura, juntamente com o arroz. A meio da cozedura do arroz, adicione o sangue com vinagre, deixe cozer mais cerca de 7 minutos, até o arroz estar cozido.

Curiosidade Nutricional

Fontes de ferro

O arroz de cabidela, muito difundido na região minhota, é uma receita que tradicionalmente utiliza partes menos nobres do frango (a cabidela, correspondendo às miudezas), condimentado com cominhos e vinagre, e adicionado de sangue. Nutricionalmente destaca-se o conteúdo em ferro presente no sangue, de elevada biodisponibilidade. O ferro é um mineral, componente essencial da hemoglobina, e necessário para o crescimento, desenvolvimento, funcionamento celular normal e síntese de algumas hormonas.

Saber Mais

O arroz de cabidela, muito difundido na região minhota, prende-se com as raízes de uma economia agrícola associada à criação de aves de capoeira e pequena pecuária. A receita utilizava partes menos nobres do frango (a cabidela, correspondendo às miudezas), embora atualmente seja habitualmente feita também com a carne do frango. Os condimentos frequentemente utilizados nesta receita são os cominhos e também o vinagre, que é tradicionalmente adicionado ao sangue.

Nesta receita, é dado destaque ao sangue como fonte de ferro. Este ingrediente é essencialmente constituído por água (80%) e proteína (18%) e a sua aplicação na culinária portuguesa verifica-se maioritariamente no arroz de cabidela (com sangue de aves), nas papas de sarrabulho e na morcela. Nutricionalmente, destaca-se o conteúdo em ferro presente no sangue, de elevada biodisponibilidade.

O ferro é um mineral, componente essencial da hemoglobina e da mioglobina, e é necessário para o crescimento, desenvolvimento, funcionamento celular normal e síntese de algumas hormonas. Algumas fontes de ferro incluem carnes, pescado, ovos e outras fontes alimentares, de menor biodisponibilidade (ferro não-heme), como frutos gordos, leguminosas, alguns hortícolas e cereais fortificados. A vitamina C, presente em alimentos como o pimento, laranja, kiwi, brócolos ou morangos, contribui para aumentar a biodisponibilidade do ferro não-heme.

  • Bibliografia:
  • - Associação para o Estudo e Promoção das Artes Culinárias As Idades dos Sabores. Receitas e Sabores dos Territórios Rurais. Lisboa2013.
  • - Iron Dietary Supplement Fact Sheet. 2016. (Accessed 31/12/2016, at https://ods.od.nih.gov/factsheets/Iron-HealthProfessional/.)
  • - Ofori JA, Hsieh YHP. Issues Related to the Use of Blood in Food and Animal Feed. Crit Rev Food Sci 2014;54:687-97.
Logo